5 de set de 2015

Se arrependa enquanto há tempo

É pela consciência que o espírito faz viver o seu Cristo interno - na consciência estão as leis divinas.

Santo Agostinho, quando esteve encarnado na Terra, fazia algo que muitos de nós até fazemos, mas de uma maneira mais perturbadora do que útil: antes de dormir, ele repassava os atos do dia, vendo onde errou e onde acertou, para corrigir os erros e ver como poderia melhorar os acertos.

O que geralmente fazemos antes de dormir é ficar remoendo coisas que passaram e não nos agradaram - do mesmo dia ou anteriores. Já é um início. Se você sabe ao que eu me referi, vai concordar comigo que não é muito agradável. 

Na verdade, é bem desagradável ficar lembrado das vezes em que erramos. Das vezes em que falamos palavras infelizes, que entramos em brigas desnecessárias, que dissemos um sim onde cabia um não, que dissemos um não onde cabia um sim.

O arrependimento é um remédio amargo. Bem amargo. O arrependimento é a dor moral. Dependendo do caso e estágio, podemos confundi-lo com culpa. E a mistura de arrependimento e culpa forma a dor mais lancinante que o ser pode sentir: a dor moral.

Deus não quer que nós sejamos castigados, punidos e penitenciados. Deus quer que nós nos arrependamos dos nossos erros - o que pode se dar com ou sem culpa; depende da pessoa e do caso. Mas Deus também não quer que fiquemos apenas nos sentindo culpados e lamentando; nem haveria sentido.

O arrependimento é o primeiro passo. Deus quer o nosso melhoramento; em outras palavras (já conhecidas), a morte do pecado e não do pecador. 

Mas, para melhorar, é preciso saber onde melhorar. Creio que todos concordamos em uma coisa: não somos perfeitos. Pelo contrário, temos muitos defeitos e falhas. Isso não é um problema, é uma constatação. 

Estude a si mesmo. Analise-se, procure ver se o jeito que você está tratando o próximo é o jeito que gostaria de ser tratado; se o que está fazendo é o máximo que pode... entre outras tantas coisas que somente você poderá saber. Você é uma consciência divina, conheça-se e entenda-se. Assim, terá condições para se arrepender e, quem sabe, mudar o que julgou como errado.

Faça isso aproveitando o presente. Não relegue para um futuro incerto esta jornada de autoconhecimento e mudanças: você sempre vai poder se arrepender e mudar, entretanto, podemos evitar muitas dores para nós mesmos fazendo isso pensando no agora.

Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário