14 de out de 2017

Cabe a você quebrar o ciclo de infelicidade gerado pela vingança; causar dor dá a certeza de recebê-la

Vingança. Palavra que nos desperta várias emoções. A vingança é responsável, por exemplo, por destruir inúmeros trabalhadores espiritualistas, principalmente os ligados ao candomblé (nação no sul) e à umbanda. 

Por que falo isso? Porque muitos de nós ainda não somos capazes de controlar o ímpeto de causar o mal a quem nos fez algum mal. Ou seja, queremos revidar a dor que nos fizeram passar causando dor à mesma pessoa que causou.

É praticamente instintivo. Fulano fez magia para mim? Vou revidar!

Outros exemplos: Fulano falou mal de mim? Vou falar muito pior dele! Fulano não me quer? Vou fazer amarração! Fulano me largou? Vou quebrar o carro dele! 

E por aí vai. Pode não ser o seu caso, mas saiba que situações como as descritas acima são, infelizmente, muito comuns em nossa sociedade. 

Enfim, pense em qualquer ideia que envolva vingança/revidar um ato negativo. Pensou? Essa ação de vingança fará com que você continue o ciclo de maldade e infelicidade. Você não vai ser isento de culpa do mal que praticou só porque não foi o primeiro a agir.

Mesmo que você julgue ter ''motivo justo'' para fazer o mal a alguém por vingança, será culpado pelo ato praticado. Sua consciência te culpará. 

Não existe desculpa para praticar o mal. Você não é responsável pela Justiça na Terra. Acredita em Deus? Então por que quer usurpar suas leis, querendo fazer justiça com as próprias mãos?

Não seja tolo! QUEBRE O CICLO CÁRMICO. Ore por quem te fez o mal, deseje o bem a ele. Só assim você não estará atraindo o carma negativo do ódio, da discórdia, da pura maldade.

Os espíritos trevosos debocham da ignorância humana. Estudamos o que é carma, sabemos que reencarnação existe, entendemos as principais Leis Naturais do Universo. E ainda sim, na prática, não mudamos nada! 

Estudar a espiritualidade significa entender a vida. Aqui, agora, neste plano. Não é para amanhã ou depois de morto. É PARA HOJE. Muito sinceramente, eu espero que a partir de hoje você passe a refletir seriamente quando pensar em se vingar de alguém. 

Colhemos o que plantamos. Você quer colher dor? Se não, não a plante em nenhum solo, não importa se esse solo te prejudicou. Quem tem mais, dá para quem tem menos. Retribua com misericórdia quem te estendeu a mão do ódio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário