7 de jan de 2015

O Cristianismo tem me feito uma pessoa melhor?

O título deste texto pode soar estranho para alguns. Primeiramente, não coloquei espiritismo, mas sim cristianismo. Por quê? Porque o Espiritismo, em sua parte moral, é intrinsecamente cristão. Segue, acima de tudo, os preceitos de Jesus. É coordenado pelas palavras do Mestre (segundo nossa interpretação).

Segundo, a pergunta em si parece estranha. 

Acontece que, às vezes, situações desenrolam-se nos fazendo deparar com uma verdadeira muralha. Não me refiro a uma metáfora para problema. Muralha me refiro a algo que nos faz parar repentinamente, e radicalmente, de pensar aquilo que for e nos darmos conta de algo.

Estamos realmente vivendo o cristianismo, isto é, os ensinamentos de Jesus? 

Temos muito para aperfeiçoar. Contudo, a maioria de nós está pronta para aflorar as boas novas do espírito: a caridade pura, sem olhar a quem, a humildade e o amor. Aflorar, digo, porque tudo isso em pureza é conquistado pelos espíritos superiores e adiante.

Nada adianta eu frequentar uma casa religiosa (centro espírita, igreja, terreiro de umbanda, etc.) e não ao menos tentar vivenciar o que aprendo.

A nossa transformação moral depende exclusivamente da vontade, da persistência - da coragem! Coragem para assumir erros, alterar comportamentos e, principalmente, nos aceitarmos como somos.

Os ensinamentos do Mestre são claros e diretos. São sentidos e interpretados através do espírito, do âmago da alma. Transcendem a razão, devido a sua validade cósmica universal. 

Tais ensinamentos chamam a consciência para com o seu dever. Ou seja, a consciência cobra aquilo que aprendeu. Nós nos cobramos. E, por isso, nos consertamos gradativamente.

Justamente esse processo nunca deve parar. A palavra de Jesus não é um mero conjunto literário, a ser decorado e recitado como roteiro de peça teatral. É algo que devemos guardar na consciência, no coração do espírito, para vivenciarmos

Somente com Jesus, em outras palavras, somente ouvindo espiritualmente a palavra de Jesus é que despertaremos nosso Cristo interior. É assim que parcialmente entramos em contato com Deus, nosso criador, e nos desligamos pouco a pouco das ilusões da matéria.

Paz e luz a você em 2015!


Nenhum comentário:

Postar um comentário