11 de jul de 2014

Você e sua consciência

Se hoje a Vida chamasse-o para a realidade espiritual, você estaria...

Na lama da luxúria que não cessa a ilusão?

Na escuridão de quem escondeu a si mesmo as oportunidades do evangelho vivificado?

No silêncio desesperador de quem negou apoio?

Nas delirantes vozes encarniçadoras da blasfêmia e maledicência?

No poço da vaidade enlouquecedora?

Chorando a dor moral do mau uso do corpo e da alma?

Em meio às angústias de quem nega o auxílio ao progresso?

Não nos esqueçamos que esta vida, transitória, pode esconder de todos os homens quem você é verdadeiramente, acomodando-o, mas o tempo e nossa consciência não deixam nada escondido.

As oportunidades que temos aqui são únicas. Não perca a oportunidade de, seja daqui a quantos anos ou décadas for, desencarnar em paz consigo.

Proclame o direito de ser melhor. Se a sociedade ou se seus companheiros materiais mostrarem-se incompreensíveis, lembre-se de que cada um a sua hora. 

Portanto, proclame a sua hora. O único inimigo está dentro de você. 

Seja consciente para poder seguir a sua consciência e ter, em todos os planos, a felicidade do espírito que encontrou o caminho a Deus.






Nenhum comentário:

Postar um comentário