23 de mai de 2014

Saber agradecer

535 a) - Que sucederia se nos esquecêssemos de agradecer? “O que sucede aos ingratos.”
(O Livro dos Espíritos.)

Todos temos o que precisamos. A dor, a doença e os problemas são causados pela lei de Causa e Efeito, ou seja, são produtos de nossas ações. Contudo, não vivemos apenas de aspectos negativos; se assim acontece, é pela cegueira que momentaneamente nutrimos, fechando os olhos para as belezas inegáveis à volta.

É necessário ver mais os aspectos positivos e salutares do que prezar sempre as coisas ruins. Assim, você vai realmente ver o quanto tem agradecer a Deus.

Não viva reclamando: pela chuva, pelo Sol, por isso, por aquilo etc., isso só o piora. Agradeça mais, motivos não faltam.

Esperar glórias ou fortunas para agradecer diariamente a Deus é risório. Você está aqui, encarnado, tendo uma chance de extrema valia ao seu espírito. Se você tem o básico e algo mais (comida, moradia e saúde), é um privilegiado.

Então, agradeça simplesmente pela vida aqui na Terra, por absolutamente tudo que lhe foi dado e, melhor, as condições de mudar - você mesmo e a ''parte que lhe cabe deste mundo''.

Problemas existem e sempre vão existir. Dificuldades são normais no nosso estágio evolutivo, pois precisamos delas para nos superarmos e termos lições de extrema valia. 

Claro, pouco percebemos disso tudo. Aqui prevalece a ilusão. Mas lembre-se: você não tem como se esconder da vida, então, procure a entender no presente. E então toda a reclamação parecerá fútil, superficial e desnecessária. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário