17 de jan de 2014

Álcool, nicotina e outras drogas: o que o Espiritismo tem a esclarecer?


''O que realmente pode fazer isso [inibir a droga] é mostrar a realidade, a futilidade e o quanto ela é desnecessária. Ou seja, um estudo atrelado à religião, mas não 100% dependente dela. Especificamente, o Espiritismo revela o lado que o indivíduo comum não observa: o viciado atrai viciado, isso gera uma obsessão, um completando o outro através do vício.''

Os motivos que levam as pessoas ao alcoolismo e aos demais vícios são variados. Cada contexto, um caso. Mas muitos se resumem à busca por prazer e à fuga da realidade; tais produtos viram a parte principal da dieta do viciado. Isso resulta de duas coisas: ignorância, desconhecer as consequências físicas e espirituais, ou completa negligência consigo mesmo.

Você sabe que fumar faz mal. Sabe que bebidas alcoólicas com frequência também agridem o seu organismo. Sabe que maconha, cocaína e tantas outras misturas tóxicas que a perversa indústria do tráfico gera causam problemas e mais problemas à sua sanidade. 

Além disso, o Espiritismo, pacienciosamente, explica todo o processo espiritual do vício, a obsessão, os resultados no perispírito (corpo do espírito) e na própria consciência, o sofrimento após o desencarne, o gigante débito acumulado com a Providência.

Por que continuar no vício? Se você é fumante, tem problemas com álcool ou quaisquer drogas, faça essa pergunta a si mesmo, mentalmente. Reflita veemente. É possível, sim, parar com qualquer apego sensorial, pois nós não precisamos disso, e o que não dependemos podemos nos livrar. Acima de tudo, entretanto, necessita-se de esforço, pois é gradual e contínuo. Mas não deixe para amanhã! 

Uma encarnação é pouco tempo. Tempo limitado para muitas coisas, e com certeza desperdiçá-la bebendo e fumando não é o ideal. Como espíritas, devemos procurar nos instruímos sempre, pois o mal provém da falta de conhecimento. Quando erramos sabendo, o peso da culpa se faz dobrar. E não privemos o próximo, em situação de necessidade, dessas instruções. 

A cada um segundo a sua consciência, parafraseando o Mestre. Siga a sua caminhada procurando se desfazer de eventuais vícios, e igualmente procurando ajudar pessoas com o mesmo problema.




Nenhum comentário:

Postar um comentário