15 de jan de 2014

Nos enredos do sexo: Pensamento e ação - conflitos

Muitos problemas envolvendo a sexualidade ocupam exclusivamente o campo mental, não chegam a se concretizar fisicamente. Mas nem por isso deixam de ser problemas para o equilíbrio do espírito em questão. O pensamento cria, a ação exterioriza.

Quando o indivíduo traz ao seu campo mental, com frequência, diversas e extensas imagens eróticas, usando conteúdos pornográficos (leia: Pornografia: a verdade sob o incentivo) ou sensuais, além da conexão com espíritos inferiores, atrai para si também energias inferiores, que agridem o seu bem-estar.

Cada pensamento, criação mental feita por nós gasta ainda inimaginável quantidade de energia e ação neuronal, entre tantas outras partes espirituais que temos superficiais conhecimentos. Em outras palavras: precisamos nos atentar ao que pensamos. Não se deixe levar incontrolavelmente por imaginações menos dignas, animalizadas, que, contudo, muitas vezes pertencem a nossa realidade.

Para uma mente sexualmente equilibrada, isto é, que não é atormentada pela erotização, necessita-se haver disciplina. Disciplina para mudar o padrão vibratório, se for o caso, ou mantê-lo sadio. São tantas mudanças que temos que efetuar nos pensamentos... neste post, estou abordando exclusivamente uma.

Não raramente, entretanto, o indivíduo transcende a mente e procura, insaciavelmente, atender aos desejos e curiosidades de ordem sexual. Drogas, violência, doenças, depressão... Neste passo, as consequências chegam agressiva e acumuladamente.

O conflito existente é material, envolve mais de um espírito, mais de um encarnado, atribui carmas com as energias genésicas (sexuais). Se nos entregamos ao desequilíbrio, mesmo que por completa ignorância, precisamos ressarcir isso. Arrumar o que desarruamos. 

A atividade sexual requer consciência e sentimento fraterno entre os envolvidos. Só desta forma, então, o sexo não é fonte de processos cármicos e desequilíbrios milenares em que nos arrastamos, mas a expressão verdadeira de sua real intenção, que é a troca de energias salutar, regozijo à alma.


Observação: a terceira publicação da série ''Nos enredos do sexo'', que trata sobre o adultério, foi postada no site espírita Espírito Imortal, do autor Morel Felipe. Você pode acessá-la clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário