13 de nov de 2013

Poema ''Todos os dias''

                                      Todos os dias

Aprenda, pois a todo momento se pode tirar algo de produtivo
Ensine; o sentido do aprender é ensinar
Veja o bem sem fechar os olhos para o mal 
Leia e vivencie o seu estudo
Só não termine o dia sem ver a luz na sombra 

Ore, cada acordar é um agradecimento a ser feito
Raciocine, a preguiça mental é a estagnação do espírito
E se alguém o ofender 
A outra face é a gentileza
O são auxilia o doente
E se acontecer novo
Repita
Não só uma vez, mas sete vezes setenta 
Mas em nenhum dia deixe de sorrir

Saiba que problemas são ferramentas, jamais entraves
Não seja escravo de suas limitações, expanda-se
Não seja resignado, porém nem rebelde
Sinta o Universo a seu favor
Seja útil quando puder, principalmente a si mesmo
Tenha fé para construir uma fortaleza interior 
E paciência para não corrompe-la
Entretanto, nunca termine um dia como o começou







Nenhum comentário:

Postar um comentário