29 de nov de 2015

A importância de ser paciente


Em um dia a dia tão rápido, movimentado e imediatista é indispensável ser paciente - ser paciente no sentido amplo do termo, ou seja, ser tolerável e tolerante consigo, com os outros, com as circunstâncias. Com a vida.

Para que nos entregarmos a tanto estresse se algo não aconteceu como o planejado? Isso é ser escravo de um sentimento que nos prejudica muito, mental e fisicamente.

Viva em harmonia consigo mesmo. Quem está harmonizado sabe viver melhor e não mais se altera por qualquer coisa - eis aí o que é equilíbrio. Ao agir assim, você ainda estará servirá de exemplo a quem o rodeia.

Eu não creio que a paciência seja algo conquistado de uma hora para outra. Exige dedicação, tentativas e, claro, vontade. Com vontade e perseverança conseguimos. Trazemos os esforços das últimas encarnações, e, se não houve, deve-se começar agora mesmo!

O fracasso pode fazer parte das tentativas - mas as tentativas não podem deixar de existir. Sem vontade, somos fracos ou continuamos fracos para todos os males que temos habitando em nosso íntimo.

Conclusão: Harmonia é saúde, é bem-estar. Paciência é harmonia, é o equilíbrio na hora do desiquilíbrio. Não fique estressado um dia inteiro por uma bobagem que aconteceu. Dica? Observe o Universo. A parte que nos é possível enxergar. Qualquer problema, qualquer coisa é meramente pequena e insignificante em contraste com o Universo que habitamos, em contraste com as obras de Deus! Visualize e mergulhe por alguns segundos no imenso cosmos que está diante do céu.

[Post original em 06/11/13 e atualizado em 29/11/15.]

Nenhum comentário:

Postar um comentário