15 de ago de 2014

O caso de Marquês de Sade e a cidade espiritual da perversão do sexo

As informações a seguir têm como fonte, principalmente, o livro ''Sexo e Obsessão'', do espírito Manoel Philomeno de Miranda, através do médium Divaldo Pereira Franco.

Há algumas décadas, uma cidade espiritual do plano inferior, em que milhares e milhares de espíritos satisfaziam seus desejos sexuais mais baixos e desequilibrados, interferindo diretamente nos encarnados aqui na Terra, começou a ser desmantelada pelos Mensageiros do Alto.

O contato entre eles, os habitantes da cidade, e os encarnados foi constante. Influenciadores, esses espíritos incitavam atos deploráveis, como a pedofilia, e arrastavam durante o sono os praticantes das perversidades físicas, para lá serem arrebatados pelos gozos superficiais, retornando do sono esgotados.

Muitos desses espíritos, que estão a séculos abusando e pervertendo as forças genésicas, as forças energéticas do sexo, encarnaram para terem uma oportunidade de se ajustarem. 

Tais entidades promoveram a pornografia, as músicas eróticas, a sexualidade exacerbada incentivada pela mídia e os mais variados problemas relacionados ao sexo que podemos encontrar atualmente.

Outros, mais comprometidos ainda, encarnaram sob o fardo de graves doenças mentais e físicas, até mesmo impossibilitados de qualquer ação consciente, vivendo em um estado vegetativo materialmente.

Dentre esses últimos, encontra-se Marquês de Sade, um espírito que, em sua última vida terrena, ficou conhecido por suas lastimosas páginas que contam suas fascinações e atos perversos envolvendo a sexualidade.

Durante o tempo que ficou na erraticidade, Marquês de Sade era um dos governantes desta cidade espiritual inferior, promovendo inúmeros desequilíbrios de pessoas que buscavam incansavelmente os prazeres efêmeros do sexo, em orgias e abusos de toda ordem.

Estamos hoje sentindo o efeito dos espíritos de tal cidade, pela crescente banalidade das forças genésicas, que certamente não atingiu o ápice. 

Em todo o mundo, saímos da repressão para a libertinagem. 

É muito difícil ter uma vida sexual equilibrada, com tantas coisas que nos chamam para o contrário: influências internas, externas, diretas e indiretas.

Os custos dos desequilíbrios sexuais são altos. 

Leituras edificantes e esclarecimentos da espiritualidade são ferramentas que podemos utilizar para não cairmos nos modismos atuais, que valorizam excessivamente o sexo e os fetiches, e para nos mantermos em um caminho seguro no campo genésico, tão importante para o bem estar espiritual e a harmonia das nossas energias.

Posts recomendados:






2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Essa cidade fica em qual país? Qual idioma é falado entre eles? Francês? Pq o marquês era da França...

    ResponderExcluir