23 de jan de 2014

Leia mais

O hábito de ler edifica, esclarece, consola e esparece o ser humano. Muitos não têm esse costume prazeroso, seja por cultura ou questões de tempo (como se isso fosse uma justificativa real). 

O Espiritismo oferece uma vasta e brilhante literatura. São muitos os romances, as dissertações, entre outros, que servem de base e apoio à doutrina de Allan Kardec - o início da literatura espírita. 

Quanto mais lemos, proporcionalmente nosso espírito descortina véus de ignorância do mundo espiritual, e se recheia para os diversos momentos da vida aqui e após a desencarnação.

Entretanto, ler não se resume a uma ideologia específica. Como cidadãos, o conhecimento obtido pelas páginas, sejam de papéis ou pixels, enobrece a alma. Todo o conhecimento é útil

Em todos os gêneros literários, pode-se tirar bons livros. Você, alma pensante e com consciência própria, sabe dizer qual livro é nobre e qual é imprestável ao seu ser. 

Ler não precisa ser algo massante ou arbitrário, como pensam alguns. Molde para o seu cotidiano, suas condições e gostos. Ao contrário de deixar de fazer o que gosta para ler, comece a ler até que seja algo que goste, caso não seja o caso.

Em 2014 e em diante, vamos ler, estudar e vivenciar mais o que aprendemos. A leitura é uma riqueza cem por cento imaterial e inviolável que o espera para ser desfrutada. Não despreze a oportunidade. 

Sugestões










Nenhum comentário:

Postar um comentário