23 de nov de 2013

Fé e saúde

Conta-se que, um dia, Chico Xavier saiu atrasado para o trabalho. No caminho, uma mulher o chamou, entretanto, o médium não queria atendê-la, pelo atraso. Emmanuel o aconselhou a fazer, já que um minuto a mais não faria diferença. A senhora disse a Chico que estava mal de saúde, foi ao médico mas não tinha dinheiro para comprar os medicamentos. Ele vasculhou os bolsos e também não tinha. Emmanuel, que continuava com ele, mandou-o dizer para ela comer a receita aos pedacinhos. Chico considerou isso horroroso, mas disse. A mulher fez. E se curou.

A fé cura. A mente cura. O exemplo da história de Chico Xavier ilustra esta situação, porém há outro, provavelmente mais conhecido: as pílulas do frei Galvão. Se você não conhece, esta coluna do Terra explica. O papel é apenas um acessório para que a mente trabalhe de forma a realizar a cura. 

Nós podemos nos ajudar muito com uma mente positiva e sadia. Quando nos envolvemos em pensamentos sombrios e negativos, o corpo também sofre efeitos, havendo surgimento de doenças e diversos problemas de saúde. Raiva, tristeza, rebeldia, rancor... nada passa em branco, sem causar efeito em nosso organismo, quando ultrapassa um certo limite.

Existe muita influência entre pensamento e saúde. Quem responde pelo seu corpo é você, o que acontece com ele é produto da mente, que comanda tudo - corpo, psicossoma (perispírito)... Portanto, tenha disciplina e fé em seus pensamentos. Você pode se curar, mas também pode se degradar, reflita isso!


Nenhum comentário:

Postar um comentário