16 de ago de 2015

As drogas e os vícios da alma

O homem, mesmo após dois milênios da vinda do Cristo, não se encontra em verdadeira maturidade. Busca, em pleno século XXI, a felicidade e o prazer da vida no exterior, criando um círculo de convenções sociais que arrasta consigo tantos outros, exponencialmente crescendo. O álcool chega extremamente estimulado à tenra idade, sem que isso preocupe os ''responsáveis''.  A nicotina, maconha, LSD e outras drogas são acessórios das noites juvenis, que, ao contrário do que insistem pensar alguns, não trazem consequências passageiras. Muitas vezes, arrastam-sem à vida toda e além dela.

Qual o caminho para mudar tudo isso? Eu não acredito (e, infelizmente, com exemplos) que simplesmente a religião iniba a droga. O que realmente pode fazer isso é mostrar a realidade, a futilidade e o quanto ela é desnecessária. Ou seja, um estudo atrelado à religião, mas não 100% dependente dela. Especificamente, o Espiritismo revela o lado que o indivíduo comum não observa: o viciado atrai viciado, isso gera uma obsessão, um completando o outro através do vício.

As drogas e os descompromissos com o corpo acarretam males que ficam guardados em nosso ser espiritual - impossíveis de serem ocultados. Tais hábitos não saudáveis prejudicam nossa estrutura psíquica, energética, mental, deixando-nos desligados da espiritualidade simples e pura que podemos encontrar e nos apoiar desde agora, nesta presente encarnação. Entregando-nos aos vícios, estamos colocando no lixo as oportunidades de crescimento e florescimento da nossa consciência. Estamos deixando para outra encarnação, com mais dores acarretadas, o que poderia ter sido feito no presente.

Discorri até agora sobre malês físicos. Mais vastos e enraizados em nossa consciência, há os males, vícios da alma. O egoísmo, o orgulho, a inveja, a maledicência, o ódio, o rancor e a repugnância são exemplos. Mais ferozmente do que os vícios físicos, devemos perseverantemente lutar contra as nossas más inclinações morais. O homem que bebe pode atrair bêbados, mas e o maledicente não atrai outros maledicentes

Por isso Jesus nos ensinou: ''Não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, é isso o que o contamina [...] Mas tudo o que sai da boca, vem do coração, e isto contamina o homem. Pois do coração procedem maus pensamentos, homicídios, adultérios, fornicações, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias.''

O início de nossa maturidade espiritual é dado quando nos preocupamos seriamente em nos melhorarmos. Despertamos para algo maior, sem nem concebermos. Para isso estamos na Terra: aprender e evoluir uns com os outros. Você e sua família são uma corrente. Você e sua cidade são uma corrente. Nós e todas as comunidades do globo formamos a corrente do Planeta, aqui juntos pelo ideal do progresso que Deus espera.

[Originalmente publicado em 11/11/13 e atualizado em 16/08/15.]

2 comentários:

  1. Fato..mas, e mt dificul vencer td isso..mas nao e dificil

    ResponderExcluir
  2. Muito bom.gostei muito tudo há uma explicação o os males da alma com certeza se não tratadas levaremos além,deste tempo nas proximas vidas,

    ResponderExcluir