6 de nov de 2013

Orai e vigiai: sua casa


O evangelho atesta o ensinamento de Jesus: orar e vigiar. Orar para nos comunicarmos com Deus, para fazermos brilhar a luz interior. Vigiar os nossos pensamentos, os nossos hábitos, porque isso reflete as nossas companhias, os espíritos que nos acompanham.

Quantas brigas não ocorrem no ambiente familiar? Pessoas unidas pela Providencia, mas que não podem conversar sem alteração de voz, agir com carinho e respeito, porque simplesmente esse costume nem existe mais. O pior é quando essas brigas são frequentes, rotina. O lar vira um berço para pensamentos raivosos e, portanto, espíritos com essa mesma afinidade. Atraídos pela invigilância dos encarnados, multiplicam o ódio. A mais pura banalidade é estopim de uma nova discussão.

Orai, orai pela sua casa também, porém não apenas isso. Vigie e evite sempre as brigas. Fique em silêncio se necessário, não responda. Cuide a impaciência, as falas ditas antes de pensadas. Enfim, busque edificar uma casa moralmente firme, não a habitação do ódio, frieza e intolerância.

Nenhum comentário:

Postar um comentário